Posts marcados ‘palmadas’

Sou teu macho, teu dono, teu homem

Autor: zandor

Vou provocando prazeres e sensações incríveis, excitando-a e acalmando-a, provocando uma série de orgasmos forçados, tornando-a mais e mais indefesa, até que você fique perdida nos espasmos de sua submissão

Te amarro, te ponho deitada, imobilizada….sento sobre sua barriga, dou beliscões nos mamilos, Tua cara se retorce de dor, seus gemidos se parecem grunhidos de um animal acoado, dou tapas na tua cara, sua voz fica embargada, os olhos lacrimejantes…..Pergunto se quer que eu pare…….você não diz nada…suspira e espera.

Te ponho de quatro, suas pernas estão trêmulas, sua bunda me fica exposta, segue uma sessão de chineladas, que fazem arder suas nádegas…você chora baixinho, calado, para dentro….mas se derrete em gozo, como há muito não gozava, como jamais poderia supor que fosse capaz de gozar, de alcançar o orgasmo desta forma. Apesar de dolorida, estava feliz…

Te liberto, te solto. Você procura meu colo, meu peito e se aninha. Tuas lagrimas molham meu peito, passo a língua sobre suas lagrimas, elas são o meu troféu. Te lambo o rosto todo…beijo tua boca, chupo tua língua, mordo os teus lábios…Te quero de novo. Te quero mais. Quero continuar te usando e matando meus desejos,minhas taras, minha vontade de você. Te dou uma ordem. Minha ordem é simples : CHUPA! CHUPA CACHORRA!!!!

Ao ouvir minha voz, forte e imperativa, você como boa cadelinha, se põe de joelhos e se coloca por debaixo do meu saco para uma lambida completa e com vontade, apetite, sugando as bolas, lambendo o períneo, meu ânus, não deixando de percorrer nenhuma parte. Você mama, engole, chupa, cospe, volta a engolir, morde, mordisca, suga, me punheta, me masturba.

Sei que o que te seduz, minha cadela. Você me provoca desmedido tesão. Quero você submissa, mas nunca omissa! Quero a entrega do seu corpo para que minhas vontades sejam tua vontade e meu prazer a tua dor. Quero você mulher. Que apanha de vara, que apanha na cara; Que vive no cio, que goza gostoso, que geme alto, que implora por mais. Que gosta de sexo forte e profundo, não convencional. Quero o desejo da tua intimidade, para que teu prazer seja o meu e maior ainda.Te quero minha escrava e parceira. E que minha dominação seja tua felicidade. Te quero mulher verdadeira. Feminina, sensual

Estou cada vez mais sádico!!! Minha cadelinha me adora assim… principalmente quando eu judio e a deixo no limite, esgotada, sem noção do tempo, perdida dentro do desejo, do prazer que eu faço minha puta sentir…Seu corpo reage, treme, quando minha voz diz em seus ouvidos palavras chulas, de pura sacanagem…

Sentidos e vontades afloram, entre gemidos e sussurros.. Minha putinha quer gozar… eu continuo a brincar com ela, dedilhando-a, tocando-a sem penetrar, teu corpo começa a tremer, ter calafrios. O gozo vem forte, ela morde os lábios, tentando impedir altos gemidos, sufoca a vontade de gritar, estremece toda, lágrimas molham seu rosto, o corpo todo mole…eu continuo a provocar.. e mais um gozo vem..e depois mais outro, e outro mais até que seu corpo parece desfalecer….

Minha puta se deita, E me chama. Minha língua a lambe e limpa seus suores

Acaricio tuas coxas. Minha língua suga, lambe, lava, limpa,

Seios, ânus, vagina. Limpo o suco que ainda escorre do prazer de minha Deusa,

E minha língua se expande para receber o fluxo divino de seu corpo

Chupo o mel doce que desce por suas coxas. Sorvo todas as gotas daquela perfeição

Que desce pela minha garganta aflita. Minha língua louca passeia sem parar, violando tua nudez e tua alma. Te chupo os seios com força e depois te ponho de quatro

A ordem você já conhece: “empina a bundinha, empina minha puta”..

te penetro a vagina, soco sem dó, meto forte e fundo,

Sinto teu gozo de menina até o amanhecer…A noite inteira te ponho a gozar …

Uma noite que você jamais vai esquecer, pois rastejaras até os meus pés

e imploraras para que eu te possua de forma incondicional

Marcarei tua alma pela dor por puro capricho para afirmar que EU SOU TEU DONO.

Teus prazeres, tuas dores, teus sentidos,teus medos, teus anseios,tuas vontades, tudo o que você tem e sente, tudo o que você vai ter e sentir são unicamente meus.

Anúncios

FeTiChEs !!!

Há vários tipos de fetiches, alguns considerados até bizarros.

· Spanking: que consiste basicamente em dar palmadas no seu parceiro sexual. Pode ser usando as próprias mãos, chicote, régua, chinelo, jornal entre outros. Normalmente nas nádegas (bumbum). A dor está ligada ao prazer, como em muitos fetiches. Há certo prazer em castigar e ser castigado.

· Trampling: é para quem curte ser pisado, com pés descalços ou imensos saltos de sapato, em partes do seu corpo (costas, ventre, coxas, seios, bumbum, braços etc). Há pessoas que adoram ser excitadas dessa maneira, pois quanto mais dor mais prazer elas sentem. Tive um cliente que adorava, além de ser todo pisoteado por mim, que eu introduzisse o salto de ferro (fino e bem alto) na sua uretra. Sim, ele gozava gostoso assim.

· Clamp: consiste em colocar elásticos e molas nos mamilos do parceiro sexual, controlando a intensidade da dor e do prazer.

· Crossdressing: consiste em troca de roupas, adotando até comportamentos do sexo oposto ao seu. Um homem que se veste e age como mulher, e vice-versa.

· Podolatria: Pés fetiche: o prazer sexual está relacionado aos pés do parceiro. É comum ocorrer massagens e até masturbação usando apenas os pés. Tive alguns clientes que enlouqueciam de prazer com os meus pezinhos nº34/35. Gozavam apenas neles. Cada fetichista (podólatra) tem os seus pontos prediletos nos pés, como a sola, os dedos (algum específico), o tamanho dos pés, o contorno, as unhas (coloridas por esmaltes ou sem nada), pés descalços ou com meias e até calçados etc. Há uma variação de podólotras conhecida como fungifilia, que adora os pés com frieiras e micoses em geral.

Bondage: geralmente o prazer sexual está associado ao sadomasoquismo, sendo a maior fonte de prazer: amarrar, imobilizando o seu parceiro sexual. Pode haver penetração sexual ou não, isso depende do gosto de cada um. No bondage usa-se: cordas, mordaças, vendas de olhos, algemas (também algemas de dedos), grilhões, camisa de força, correntes, cadeados, eletros-ejaculadores, coleiras etc. Sadismo (sexual): denota a excitação e prazer provocados pelo sofrimento alheio, que pode ser físico ou psicológico. Masoquismo: é uma tendência oposta e complementar ao Sadismo, onde a pessoa sente prazer sexual ao sentir dor ou se imaginar em tal situação. Uma humilhação verbal também pode ser considerada Masoquismo. O que dá mais tesão nesse fetiche (bondage), nem sempre é a dor física, mas sim a humilhação, a sensação de inferioridade e impotência, já que a pessoa está imobilizada. O termo BDSM, significa Bondage, Disciplina, Sadismo e Masoquismo. Os praticantes de BDSM prezam pela segurança do(s) parceiro(s) envolvido. Nada é feito com o intuito de machucar ou matar ninguém, mas sim proporcionar prazer.

Ponyboy: nesse fetiche, o homem se transforma em um pequeno cavalo. A mulher que o adestra, poderá montá-lo e dominá-lo como se o fizesse a um animal de verdade. O oposto também acontece: Ponygirl.

Furry Fandom: nesse caso, as pessoas gostam de se vestir de animais antropomórficos (furry), ou de ver outras pessoas vestidas dessa maneira. Muitas pessoas adeptas a esse fetiche podem gozar apenas se esfregando (tocando), ou apenas vendo uma pessoa fantasiada. Outras não dispensam o ato sexual. Um dos meus clientes adorava quando eu vestia uma fantasia “fofa” de cachorra e de quatro transava comigo. Ele também se fantasiava de “cachorrão”. Outro já adorava que eu me fantasiasse de coelhinha. E por aí seguem as fantasias.

Voyeurismo: o prazer sexual consiste em observar as pessoas, que podem estar nuas, apenas de lingerie, transando, se masturbando, dormindo, entre outros. A característica principal é que um voyeur NÃO toca na pessoa, que normalmente nem imagina que está sendo observada. Ele sente prazer em fazer isso “escondido”, muitas vezes, dependendo da distância, eles acabam usando até binóculos, câmeras entre outros, enquanto se masturba durante ou após observar aquele que escolheu para o seu prazer momentâneo. Acredito que muitos de nós somos adeptos ao Voyeurismo. Ou será que você nunca olhou por um buraco de fechadura ou uma janela alheia?

Maieusofilia: nesse caso, o prazer sexual consiste em transar ou apenas observar uma mulher grávida, ou também com a visualização de partos.

Frotteurismo: o prazer sexual se dá na fricção dos órgãos genitais em outras pessoas vestidas (vulgo encoxar), isso acontece comumente em ônibus, trens, elevadores etc.

Agora citarei alguns fetiches considerados bizarros.

Urolagnia: também conhecida por “esporte aquático” ou “chuva dourada. O prazer sexual está ligado à urina. Ver alguém urinar, ou sentir a urina da pessoa em partes do próprio corpo. Alguns até bebem a urina. NUNCA se deve esquecer que beber urina ou o contato da mesma em ferimentos da pele: poderá causar sérios problemas de saúde. As vias de contaminação estão abertas. Todo cuidado é pouco, quando se fala em: mucosas, secreções e fluídos corpóreos.

Coprofilia: também conhecida por “chuva negra”. O prazer sexual está relacionado às fezes. O fetiche pode envolver a defecação sobre um parceiro que é chamado de “toilet humano”. Normalmente é feito na boca do parceiro sexual. Alguns até ingerem as fezes (coprofagia). Assim como acontece com a urina, também acontece com as fezes, podendo causar sérios problemas de saúde se a pessoa estiver contaminada com alguma bactéria, vírus ou até verminoses.

Omorashi: esse fetiche foi criado no Japão, que consiste no prazer sexual em saber que o parceiro ou a própria pessoa está com a bexiga cheia. Normalmente quando se goza no ato sexual, então se esvazia a bexiga. Esse fetiche é mais comum do que se imagina. NÃO confunda com Urolagnia. No Japão e mesmo aqui no Brasil, há comunidades que se dedicam a essa prática com entusiasmo.

Teratofilia: consiste na atração e no prazer sexual por pessoas com deformidades. Uma versão das variações da teratofilia é acrotomofilia, atração sexual por amputados.

· Fetiche de sangue: o prazer sexual se dá ao ver o parceiro sexual sangrar ou ver o sangue e um corpo nu. Muitas vezes acompanhado pelo ato de lamber ou beber sangue através de sangria. Pode-se provocar o sangramento por mordidas e também uso de lâminas. Essas comunidades adeptas a esse fetiche costumam ser bem mais reservadas. Isso se dá pelo fator sangue ser um assunto bem polêmico, mas acontece.

Necrofilia: o prazer sexual se dá por atração por cadáveres. Muitos adeptos até violam túmulos e isso é crime. Sim, eles transam com mortos.

Crush Fetish: nesse caso, o prazer sexual está em ver ou esmagar pequenos insetos ou animais até a morte. Objetos inanimados, tais como cigarros, frutas ou brinquedos, também servem como estímulo ao fetiche.

· Emetofilia: conhecido também por “banho romano”, que consiste no prazer sexual ligado ao vômito. Ver alguém vomitando ou vomitar. Alguns até ingerem o vômito (emetofagia).

· Zoofilia: o prazer sexual se dá ao sexo com animais não-humanos (cães, gatos, cabras, mulas, entre outros animais).

Bem, esses são os fetiches mais conhecidos.

Fonte: Muitapimenta.com

Nuvem de tags