Posts marcados ‘o animal’

Citação

GRUPO DE PROTEÇÃO ANIMAL – GPA

O GPA é a junção de protetores que vinham de uma luta solitária e de outros grupos, que por afinidades de idéia resolveram unir-se em prol dos animais.

O GPA existe desde 2008 e vem com ajuda de voluntários crescendo nas suas ações.

Não temos um abrigo para os animais, sendo assim os cuidados acompanhados em casas de voluntários e/ou membros do grupo.

As despesas do grupo são todas vindas de doações.

Os trabalhos realizados pelos voluntários não são remunerados. Pois como o nome já diz, é um trabalho voluntario.

Os animais cuidados pelo GPA e encaminhados para adoção recebem um acompanhamento veterinário, sendo destinados para as feiras de adoção apenas em idade adequada e com bom estado de saúde.

GPA disponibiliza materiais para venda, como camisas com temas de proteção animal, utensílios usáveis para os animais, chaveiros e etc.

Temos a disposição do publico Orkut, blogs, e telefones para contato.

Email: gpa.internet@gmail.com

Orkut: GPA – Grupo de Proteção Animal

Blog: http://gpa-protecaoanimal.blogspot.com/

WordPress: http://gpafortaleza.wordpress.com/

Wix: http://www.wix.com/gpafortaleza/gpainicio

Telefones:             (85)8124 – 4000       /             (85)8124 – 4444

O animal não precisa de DOAÇÕES para conseguir ter garantido seus direitos legais, mas de AÇÕES que visem valorizá-lo na sociedade. – Vininha F. Carvalho

Anúncios

Violência Doméstica

Hoje eu quero falar de um assunto que está inserido no nosso cotidiano.
Um assunto em que todo mundo já se viu diante dessa situação.
A violência doméstica.
Onde as vitimas não são crianças, nem mulheres, nem idosos, onde as vitimas são animais domésticos.
Animais que são LEVADOS para aquela residência, sitio ou ponto comercial e são submetidos à incapacidade de humanos em lidar com sentimentos de frustração ou perdas.
Uma violência doméstica pouco mencionada.
Mas não menos horrenda e nem inferior do que aquela cometida com pessoas, afinal de conta as vitimas tem um único ponto em comum são INOCENTES, frágeis e indefesos.

Chutar um animal é sim um ato de violência.
Abster o animal de comida, água e cuidados veterinários é sim um ato de violência.
Submeter o animal a situações de frio ou de calor excessivos é um ato de violência.
Privar o animal de um lugar confortável e seguro para o mesmo passar seus dias e noites é sim um ato de violência.
Gritar, xingar e dar palmadas em um animal também são atos de violência.

E a questão que importa nesse momento é: FUTURO
É esse o mundo que você quer deixar para seus netos?
É esse o ensinamento que você quer que seu filho aprenda?

Pode vir a sua cabeça:
– Mas é só um animal. Eles não ligam.

Animais sentem tanto quanto nós. Eles gritam, eles sentem frio, sente fome, eles se reproduzem, eles envelhecem. O QUE FAZ VOCÊ ACREDITAR QUE ELES NÃO SENTEM DOR?

E que exemplo de espécie seremos se não temos a capacidade de cuidar daqueles que precisam de proteção? Se não temos a capacidade de lhe dar com seres mais simples -comportamentalmente falando – que nós?
E quando tivermos que lhe dar com seres tão mais complexos e complicados como outros seres humanos que reação nós teremos?

Isso não tem nada haver com evolução ou religião. Estou falando de ética.

Eridan Castro.

#FicaADica

Nuvem de tags