Posts marcados ‘Corrimento’

Enfermagem: DST: Gonorréia

 

Causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae, ou gonococo.

 

Sintomas:

Os mais comuns são:

  1. Corrimento vaginal
  2. Irritação da vulva e vagina
  3. Dor e/ou ardência ao urinar
  4. Dor no baixo ventre
  5. Febre
  6. Náuseas e vômitos
  7. Dor nas relações sexuais

 

Disúria – ardência ao urinar;

Corrimento amarelo e purulento saindo da uretra e/ou vagina;

Das mulheres, 70% não apresentam sintomas;

No homem pode haver prostatite, epididimite e raros casos de infertilidade;

Na mulher a infecção gonocócica não costuma se manter na vagina devido às defesas naturais;

Já a uretra, o colo do útero e glândulas da vulva são habitualmente atingidas pelo gonococo.

 

Diagnostico:

 

O diagnóstico é basicamente clínico, não havendo necessidade de exames laboratoriais específicos

 

Tratamento:

 

O uso de proteção (preservativo/camisinha) compreende o uso de antibióticos e quimioterápicos.

Antigamente, antibiótico de escolha era a penicilina G, entretanto devido a resistência das cepas a esse antibiótico nos últimos anos hoje se faz uso de Ampicilina em dose única de 3,5g + 1g de Probenecida, devendo fazer teste após 7 semanas p/ homens e 10 p/ mulheres.

Comumente o tratamento é por via oral em dose únicas e os fármacos usados podem ser ceftriaxona, ofloxacino, ciprofloxacino, dentre outros.

 

Transmissão:

 

A principal forma de contagio é pelo ato sexual quando a(o) companheira(o) estão contaminados; no parto normal, se a mãe estiver infectada, ou por contaminação indireta se, por exemplo, uma mulher usar artigos de higiene íntima de uma amiga contaminada

 

Anúncios

Nuvem de tags