Posts marcados ‘animais’

GPA Deseja:

Não importa quem foi meu pai. O importante é que recordação que eu trago na memória.

II Bazar em prol dos animais de Fortaleza!

Imagem

Ações Voluntarias

Hambúrguer de Carne de Caju

Receita de Hambúrguer de Carne de Caju
Ingredientes

8 kg de caju fresco (sem castanha)
300 g de farinha de trigo
2 xícaras (chá) de cheiro verde picados
2 pimentões médios picados
4 tomates grandes picados
2 cebolas médias picadas
1/2 colher (sopa) de corante (colorau)
1 cabeça de alho grande
Pimenta-do-reino a gosto
Sal a gosto
Modo de preparo

Lavar bem os cajus, acrescentar um pouco de água e bater do liquidificador. Depois, peneirar bem para tirar todo o suco. O que sobra é a fibra. Colocar a fibra numa panela e temperar com alho, cebola, tomate, cheiro-verde, pimentão, corante, pimenta-do-reino e sal a gosto.
Refogar por mais ou menos 10 minutos. Tirar do fogo e colocar numa bandeja grande para esfriar. Quando estiver fria, acrescentar a farinha de trigo e espalhar sobre superfície com a ajuda de um rolo (como se fosse uma massa). Por último, cortar no formato de hambúrguer. A fritura é igual a de um hambúrguer tradicional.
Fonte: Ser vegetariano

Primeira Feira de adoção GPA 2012

Evento Fortaleza/ CE

Galera,

 

O GPA – Grupo de Proteção Animal estará realizando nesse sábado (08/10/2011) uma feira de adoção de cães e gatos.

Quem tiver interesse ou conhecer alguém que queira adotar um cachorrinho ou um gatinho compareçam.

Quem não puder adotar, estaremos recebendo doações de ração para cães e gatos (qualquer marca e quantidade), vermífugos, coleiras, bebedouro, comedouros e notas fiscais.

 

Evento marcado:Dia 08 de outubro de 2011 (Sábado)

Local: Shopping Center Um (Av. Santos Dumont, 3130)

A partir das 9hs

 

Agradecemos a atenção.

Trabalho Voluntário

Com quase quatro anos de
trabalho voluntario acho que já posso dizer algo sobre o assunto.

Nunca precisei melhorar como
gente, nem ganhar mais dinheiro, nem estudar mais, nunca precisei comprar um
carro, ou arranjar uma casa para abrigar animais, para ser voluntaria.

Eu só queria ser e fui.

No começo eram só algumas
reuniões, discutindo assuntos da proteção animal, depois uma visita ao ccz de
Fortaleza para resgatar uns filhotes, e muita conversa. Depois de conhecer
algumas pessoas conhece o vegetarianismo e me identifiquei na hora.

Com o tempo e o entrosamento
fizemos mudanças.

Fundamos uma ONG mais próxima
daquilo que pensávamos.

Depois foi muitas reuniões,
organização, planejamentos…

E agora é muito trabalho e dedicação.

Fazer trabalho voluntaria não
é fácil.

Requer tempo. Aquele que a
gente ia dedicar ao cinema ou a praia.

Requer concentração, esquecer
os problemas pessoais e dedicar à causa.

É preciso paciência, nem
sempre dá certo da primeira vez, tem eventos que não dá em nada, tem resgates
que o animal morre.

É preciso coragem, muita gente
vai apontar o dedo, muita gente vai questionar o porquê, algumas vão rir,
outras vão te achar estranho.

Mas o dia – a – dia, as
pessoas que você encontra, muda tudo.

Os animais que você ajuda e
convive, dá sentido a tudo.

Pra quem gosta de animais
entende o que eu digo.

Tudo muda quando você vê
aquele animal que já foi pra feira de adoção varias vezes indo embora com a
nova família.

Tudo parece ter uma resposta
claro.

Uma mensagem que diz: – Você está no caminho certo.

Se você não gosta de animais,
não importa, procure algo que você gosta.

Crianças, idosos, doentes, o que importa é passar por
essa experiência que muda a sua e a vida do outro.

Ser voluntario é bom demais.

Nuvem de tags