Arquivo para a categoria ‘ProteÇão AnimAl’

GPA Deseja:

Não importa quem foi meu pai. O importante é que recordação que eu trago na memória.

Feira de Adoção de Animais GPA – Fortaleza

II Bazar em prol dos animais de Fortaleza!

Ordem do Dia!

Feira de Adoção GPA em Fortaleza ceará

Nota

Animais

O trabalho com Proteção Animal é um ofico que as vontades vêm do coração.

Voce se dispoe a deixar varias coisas em segundo plano para se dedicar.

Primeiro você ama os animais e se indentifica com eles, depois você têm um choque de realidade e para de enxergar os animais como bonitinhos de raça, como nas propagandas de ração e por final você percebe que precisa fazer alguma coisa, que precisa mudar essa realidade, esse pesadelo pelo qual os aniamsi passam diariamente.

EvenTos GPA – Mês de Maio

Mês de maio, mês para ajudar.
Vamos nos mobilizar galera, quem gosta de bicho AVANTE.
Vamos ajudar na realização como voluntário, ajude fazendo doações de medicações, notas fiscais, produtos para uso animal ou comprando na lojinha nossos produtos criativos e necessarios para quem ama e tem um amigo animal.

Todos serão bem vindo.

Venha!
Ajude!
Compartilhe!
Ame!

Citação

GRUPO DE PROTEÇÃO ANIMAL – GPA

O GPA é a junção de protetores que vinham de uma luta solitária e de outros grupos, que por afinidades de idéia resolveram unir-se em prol dos animais.

O GPA existe desde 2008 e vem com ajuda de voluntários crescendo nas suas ações.

Não temos um abrigo para os animais, sendo assim os cuidados acompanhados em casas de voluntários e/ou membros do grupo.

As despesas do grupo são todas vindas de doações.

Os trabalhos realizados pelos voluntários não são remunerados. Pois como o nome já diz, é um trabalho voluntario.

Os animais cuidados pelo GPA e encaminhados para adoção recebem um acompanhamento veterinário, sendo destinados para as feiras de adoção apenas em idade adequada e com bom estado de saúde.

GPA disponibiliza materiais para venda, como camisas com temas de proteção animal, utensílios usáveis para os animais, chaveiros e etc.

Temos a disposição do publico Orkut, blogs, e telefones para contato.

Email: gpa.internet@gmail.com

Orkut: GPA – Grupo de Proteção Animal

Blog: http://gpa-protecaoanimal.blogspot.com/

WordPress: http://gpafortaleza.wordpress.com/

Wix: http://www.wix.com/gpafortaleza/gpainicio

Telefones:             (85)8124 – 4000       /             (85)8124 – 4444

O animal não precisa de DOAÇÕES para conseguir ter garantido seus direitos legais, mas de AÇÕES que visem valorizá-lo na sociedade. – Vininha F. Carvalho

É claro que eu considero o caso da enfermeira repugnante e infeliz.

Contudo essa não é a primeira vez que alguém é terrivelmente cruel com um animal, vez e outra correm noticias de cachorro arrastado pelas ruas, cachorro atropelado, queimado, espancado e está cada dia mais comum isso ocorrer.

Eu acho válido divulgar indignações, repúdios pela internet, mas quero lembrar a todos que essa é uma ação individualista, pois enquanto brigamos pela vida DESSE cachorro muitos outros excluídos pela nossa indignação sofrem em quintais com a fome, sofrem com coleiras inadequadas que machucam e ferem, sofrem com humilhações e irresponsabilidades.

Acredito que é preciso fazer muito mais que isso.

Se indignar com a tal enfermeira é bom significa que as pessoas ainda se chocam com a crueldade e assim ainda há esperanças. Mas devemos lutar por todos.

Brigar, se indignar por todos os animais que sofrem maus tratos pelo simples fato de seus donos ou não terem a certeza da impunidade legal.

Brigar por leis que protejam os animais e pela execução delas, lutar por um CCZ digno e de respeito, lutar para que a digníssima prefeita e todos os outros que governam prefeituras de outros estados se posicionem e façam seu papel de prover a saúde de um animal carente, de castrar o animal que está abandonado, de promover campanhas de adoção, de oferecer um CCZ com estrutura complexa e isso é mais que um direito deles (os animais) e nosso é um dever desses governantes como administradores de uma cidade, lutar pela existência um órgão que brigue pelos direitos dos animais e lutar pelo reconhecimento e pelo apoio de tantas ONGs que estão como muitos animais, abandonadas pela sociedade em geral por falta de apoio.

#TáDito

DevoluçÃo

Ela foi adotada em janeiro e devolvida agora que está com cerca de 1 ano de idade. Está com muitos carrapatos, problema de pele, assustada e nem sequer foi vacinada. Precisa de ajuda com vermífugo, ração, triatox, tiuran sabonete, $ pra exames (hemograma e calazar). Quem puder ajuda entra em contato 8124.4444.

Quem vai a uma feira de adoção precisa ir ciente de que está adotando antes de tudo uma vida, que cresce, que se alimenta, que adoece, que sente frio e sede como a gente.
É preciso ter a certeza da capacidade emocional e econômica para cuidar e criar o animal adotado.
Adotar não é um ato momentâneo, mas uma escolha de um futuro, onde muda sua rotina e seu orçamento.
Não é brincadeira adotar um animal, fazê-lo só porque eles são pequeninos e bonitinhos não é o suficiente. Eles crescem, eles têm personalidades e você terá muitas responsabilidades para com eles.
Quando fazemos uma feira ou quando alguém liga querendo adotar um ou outro animal ficamos eternamente gratos. Mas adotar por impulso é burrice, pense antes de adotar, veja suas condições econômicas, sua situação com a família, as condições de sua residência e a maturidade emocional diante de uma atitude tão nobre.

Hérida Mendes

Nuvem de tags