Arquivo para a categoria ‘Não categorizado’

Cientologia: a perigosa seita da ganância e do poder

Clique AQUI para abrir o índice dos posts mais importantes a respeito da organização criminosa autodenominada religião (O que é Cientologia, Dianética, Quem foi seu fundador L. Ron Hubbard, O Grande Segredo da Cientologia)

LISA MCPHERSON

Lisa McPherson nasceu em 1959, e cresceu em Dallas, Texas. Sua infância foi marcada por diversos eventos dolorosos. Quando muito jovem, foi vítima de abuso sexual por parte de um vizinho. Quando tinha 14 anos de idade, seu irmão de 16 anos cometeu suicídio.

Lisa ingressou na Cientologia em 1977, aos 18 anos de idade, após conhecer a organização através de um colega de trabalho. Após muitos anos como membro público (cientologistas que não fazem parte da equipe ou do Sea Org, grupo de elite da cientologia), Lisa entrou na equipe do Celebrity Centre da Cientologia em Dallas.

Em 1989, Lisa ingresssou na Sea Org, após assinar o contrato de trabalho de 1 bilhão…

Ver o post original 1.863 mais palavras

Anúncios

Dicas para fazer exercicios!!!

Dê corda para o seu corpo corpo (perca 4kg em 15 dias)
O pula-pula acelera a queima de calorias, seca as gordurinhas, modela as curvas e ainda deixa braços, barriga, pernas e bumbum bem durinhos. Faça a série de apenas dez exercícios a seguir e fique em forma!

1. Pule tirando os dois pés do chão ao mesmo tempo. Repita 40 vezes.
2. Pule alternando as pernas e levantando os joelhos de maneira que forme um ângulo de 90 graus. Repita 60 vezes.
3. Pule alternando os pés. Na hora de aterrissar, dê um chute para frente. Salte 60 vezes.
4. Salte com uma perna só e depois com a outra. Faça 30 vezes de cada lado.
5. Salte alternadamente, elevando os pés para trás e tentando encostar o calcanhar no bumbum. Dê 60 pulos.

6. Salte alternando os pés e apoiando um de cada vez no chão sem quicar. A perna faz o mesmo movimento da corrida. Conte 60 pulos no total.
7. Pule cruzando as pernas. Durante a fase aérea do salto, cruze as pernas e aterrisse com elas cruzadas. Depois descruze-as e aterrisse com elas descruzadas. Vá alternando e dê 40 pulos no total.
8. Parada, gire a corda para o lado direito com as duas mãos em movimento circular. Repita com o outro lado e, em seguida, pule corda normalmente. Faça o exercício completo 40 vezes.
9. Pule abrindo e fechando as pernas. Faça 60 repetições.
10. Pule a corda normalmente alternando as pernas. Mas na hora da descida, flexione os joelhos como se tivesse fazendo exercício de agachamento. Dê 60 saltos.

“Quando a última árvore tiver caído Quando o último rio tiver secado Quando o último peixe for pescado Finalmente, vocês vão entender que: Dinheiro não se come” Greenpeace

Estágios…

25 de outubro de 2011

Primeiro Dia

Hoje começamos o estágio no H. B., na UTI.

Fomos pegar a rotina, começamos as 07h30min, tivemos a reunião com a enfermeira que irá nos acompanhar, fomos encaminhadas para suas técnicas que mostrariam como é que se faz, fomos divididos em duplas e de acordo com a técnica que ficamos tínhamos 5 a 6 pacientes para cuidar.

Sinais vitais assim que começamos, depois troca de curativo, retirada de acesso, medicação, banho no leito e evolução no prontuário.

Muito bom ficamos até as 12h30min. Tranqüilo para um primeiro dia.

Ficamos Bernard, Nilcinete e eu e nossa técnica era a Natalia, gente boa. Tenho nada para reclamar dela não, sempre ali, me ajudou um pouco com a evolução e no banho no leito em uma paciente.

Uma pessoa legal.

Anotações Enfermagem…

É claro que não podia faltar no dia de hoje as anotações no prontuário, tudo sob os olhares atentos da nossa Natalia.

Vai ai umas dicas para fazer uma evolução sem segredos. Mas só a pratica leva a perfeição, não se esqueçam disso.

 

Evolução:

Deve abranger:
– Nível de consciência (sonolento, confuso);
– Locomoção (acamado, deambulando);
– PA (elevada, anotar valores SSVV);
– Mantendo jejum (sim ou não/24hs, se não, porque?);
– Sono ou repouso (sim ou não/24hs, se não, porque?);
– Incisão cirúrgica (dreno, catéter);
– Incisão cirúrgica abdominal (aspecto da secreção drenada);
– Sondas (fechada ou aberta);
– Venóclise e dispositivo de infusão (onde, tipo, periférica: IC ou SCVD);
– Eliminações urinárias e fecais (ausente, presente, quantos dias);
– Queixas (náuseas, dor, etc.)

Exemplo: paciente de internação por DM descompensada e labirintite, apresenta-se calmo, consciente, orientado , verbaliza, deambula com auxílio, apresenta equimoses em MMSS e MMII, pele ressecada e escamações em dorso e palma das mãos. Refere prurido em panturrilha, esporadicamente queixa-se de pele ressecada, apresenta sudorese intensa, mantém scalp salinizado em MSD, SSVV apresentando hipotermia (35.5ºC) no período da manhã. Refere ter dormido bem, evolui sem queixas, tontura, náuseas ou vômitos. Eliminações fisiológicas presentes (refere ter evacuado às 22 horas de ontem). (seu nome).

 

03 de novembro de 2011

Técnica Humano

 

Às vezes como estudantes nos dedicamos tanto a técnica, ao como fazer, que nos esquecemos de trabalhar o social. Sempre tive uma atração pelo social, pessoas, voluntariado e etc.

Se não soubermos a técnica pouco podemos ajudar como profissionais, mas é preciso ter a atenção de que estamos lidando com pessoas e que não temos o direito de invadir o espaço do outro e nem mesmo manipular o corpo do outro sem comunicá-lo e ter a permissão do mesmo. Falar tudo o que vai ser feito e contar como as coisas estão indo, pedir que o ajude com o procedimento, fazendo-o  participar da sua recuperação, sendo útil.

Sem esquecer-se daquele que está ali próximo acompanhando o paciente, filhos, maridos, esposas, irmãs que estão preocupados com o ente querido.

Saber lidar com aparelhos e materiais é necessário, mas saber lidar com pessoas é essencial.

Dividindo.

Quando conseguimos uma posição com tanto sacrifício é difícil cede-lo a outras pessoas, principalmente se não as conhecemos, hoje tivemos que dividir nosso espaço de estagiários com os acadêmicos, claro houve muito falatório, mas o fato é que todos que ceder espaços para todos, afinal de contas elas estão ali como nós, estagiando, descobrindo, aprendendo…

Temos que ter a generosidade de compartilhar com o outro não só conhecimento, mas, como nesse caso, pacientes.

Temos que ter o orgulho de não nos sentirmos menores e nem permitir que nos deixe a margem dos procedimentos, como meros expectadores.

Temos que ter a empatia para se por no lugar do outro e entender que estamos ali por um ideal maior que um paciente X ou Y estamos para aprimorar conhecimentos e assim seguirmos uma carreira de ajudar o outro.

Não é fácil e nem vamos aprender a lidar com esses sentimentos de cara, mas temos que aprimorar essa coisa que é ser “SER HUMANO”.

 

Vídeo

Rafinha bastos

Linda!!!!!!!

O Troco –

Todo o tanto que você chorar, pra mim é pouco,
Você tá tendo o troco, falei que ia ter troco
Pode rastejar, implorar, pedir perdão,
eu vou olhar na tua cara e ficar repetindo não…

O que aconteceu cadê seu novo amor?
Me trocou por ele, agora você se ferrou
Esperou dar tudo errado, pra vim me procurar
Mas, quebrou a cara, porque eu não vou voltar…

Perdi as contas de tanto que eu te liguei,
Chorei, implorei, pedi perdão,
Você foi embora, mas eu te avisei
Que nunca mais voltaria pro meu coração

p.s: muito boa essa musica.

Eu sei que é pagode misturado com sertanejo.

Mas hoje em dia não se sabe nem mais o que o cara canta.

Pra mim só tem duas distinção de musicas.

A musica boa e a musica ruim

Se for legal, animada e tem uma letra envolvente.

Pra mim tá ótimo.

Nuvem de tags