E de repente fez-se calor

E de repente fez-se a saudade

E de repente fez-se a paixão.

De repente, não mais que isso se tornou mais que um momento.

Uma expectativa de um novo encontro

A esperança de ser de verdade.

E de repente fez-se de um nada um tudo.

De repente houve significado e coração acelerado

E de repente fez-se o vazio

E o pouco virou um nada e a ausência tornou-se tormento

E teu corpo um desejo

Mais que isso uma cobiça

E teu silencia se fez decepção.

E o que era uma paixão tornou-se desilusão.

É confuso como as coisas se transformam e tomam forma mesmo quando não fazemos nada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: