É uma coisa de pele, calor, sangue, excitação.
Há quanto tempo dividimos nossas vidas entre o certo e o errado, mas é errado, gostar assim?
E é inevitável que se pegue fogo qualquer recinto onde estamos.
É coisa de puxar cabelo, de apertar corpo no corpo, é algo que nem eu mesmo sei dizer em palavras.
As palavras ficam caladas nesses instantes e as afinidades ficam por conta dos lençóis bagunçados.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: