Bacharelado

É a área das Ciências Biológicas voltada para a pesquisa das doenças humanas, suas causas e os meios de tratá-las. O biomédico identifica, classifica e estuda os microrganismos causadores de enfermidades e procura medicamentos e vacinas para combatê-las. Faz exames e interpreta os resultados de análises clínicas, para diagnosticar doenças, e análises bromatológicas, para verificar contaminações em alimentos. Esse profissional trabalha em hospitais, laboratórios e órgãos públicos de saúde, fazendo pesquisas e testes. Atua em parceria com bioquímicos, biólogos, médicos e farmacêuticos.

O mercado de trabalho

Embora a maioria dos egressos vá trabalhar em análises clínicas em laboratórios, o mercado tem se expandido com novas atribuições para esse profissional. “O biomédico que ficar atento às demandas do mercado e se pautar pelas orientações dos conselhos de Biomedicina, que têm incluído novas habilitações, certamente conseguirá boa inserção no campo”, diz Maria José Queiroz de Freitas Alves, coordenadora do curso de Ciências Biomédicas da Unesp de Botucatu. Entre as novas habilitações incluem-se, por exemplo, acupuntura e saúde pública. Nessa última, ele atua em equipes multiprofissionais em comunidades carentes ou instituições de terceiro setor na proposição de ações para melhorar a qualidade de vida e a saúde da população. Entre as áreas em crescimento para esse profissional está a de análise forense, na função de perito criminal, lidando com alta tecnologia e novas técnicas de exame de tecidos (histologia). Nas capitais e nas grandes cidades, surgem vagas em clínicas de reprodução assistida para especialistas em biologia molecular e genética, bioquímica, farmacologia e microbiologia e também em análise do material colhido em bancos de sangue. Onde há concentração de indústrias alimentícias, como Ribeirão Preto e Vale do Paraíba, no interior de São Paulo, a procura é grande por profissionais para a análise da qualidade dos alimentos. A Nestlé é uma das empresas que contratam formados em Ciências Biomédicas. Cresce ainda a especialização em citologia oncológica – para prevenção do câncer. Nos hospitais, equipamentos específicos de diagnóstico por imagem demandam especialistas. A área de análises ambientais precisa do profissional para os controles físicoquímico e microbiológico feitos durante o processo industrial de empresas públicas e privadas. A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) abre vagas via concurso. Há oportunidades no Ensino Superior para quem tem título de mestre ou doutor. Outra porta de entrada para o mercado de trabalho são os institutos de pesquisa, como o Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, e o Adolfo Lutz, em São Paulo, que têm investido em biologia molecular e pesquisas com célula-tronco. Muitos recém-formados conseguem trabalho em empresas e institutos de pesquisa no exterior, como o Centers for Disease Control and Prevention (CDC), nos Estados Unidos. Países europeus e o Canadá também absorvem profissionais brasileiros.

Salário inicial: R$ 1.536,83 (fonte: Sindicato dos Biomédicos Profissionais do Estado de São Paulo).

O curso

O currículo inclui aulas de fisiologia, bioquímica, informática e administração laboratorial, metodologia científica e inglês – essas duas últimas disciplinas são imprescindíveis para a elaboração e a interpretação de textos e trabalhos científicos. Quase a metade do currículo é dedicada a práticas de laboratório, em que o aluno aprende a lidar com equipamentos, substâncias e compostos químicos. Desde o início do curso, o estudante deve participar de seminários, feiras e congressos para reciclar seus conhecimentos, pois essa é uma das áreas científicas em que as inovações mais ocorrem. No último ano do curso, é preciso escolher uma área específica para fazer estágio e escrever uma monografia. Fique de olho: Algumas escolas oferecem Biomedicina sob o nome Ciências Biológicas (modalidade médica). Na UFRJ, no Rio de Janeiro, há três possibilidades sob a denominação Ciências Biológicas: microbiologia e imunologia, biofísica e modalidade médica.

Duração média: quatro anos.

Outros nomes: Biomed. (análises clín.); Ciên. Biol. (biofísica); Ciên. Biol. (biomed.); Ciên. Biol. (modal. méd.).

O que você pode fazer

Análise ambiental

Fazer análises físico-química e microbiológicas para saneamento do meio ambiente, inclusive de água e esgoto.

Análises bromatológicas

Estudar as propriedades dos alimentos, composição química e calórica, desde a produção, passando pela coleta e transporte, de modo a garantir que não haja adulterações.

Análises clínicas

Realizar exames clínicos em laboratórios e hospitais, assinando os respectivos laudos, para identificar agentes causadores de doenças.

Anatomia

Estudar a estrutura e a forma dos organismos.

Biofísica

Investigar os processos fisiológicos dos seres vivos, utilizando conceitos da Física.

Biologia molecular

Pesquisar a estrutura e o funcionamento das moléculas de DNA e RNA, das proteínas e dos genes responsáveis pela transmissão dos caracteres hereditários. Atuar nos processos de fertilização para reprodução animal e humana.

Bioquímica

Analisar o metabolismo dos animais e vegetais, verificando a composição química deles.

Biotecnologia

Manipular substâncias e microrganismos para a industrialização de alimentos ou fabricação de medicamentos e cosméticos, entre outros produtos.

Citologia

Estudar a estrutura, a composição e as funções das células.

Diagnóstico por imagem

Realizar exames que possibilitem diagnóstico por imagens, como ultrassonografia.

Docência e pesquisa

Orientar projetos de pesquisa e ministrar aulas teóricas e práticas.

Embriologia

Estudar a formação dos tecidos e órgãos animais, inclusive humanos.

Farmacologia

Estudar as propriedades físicas e químicas, os efeitos bioquímicos e fisiológicos e os usos terapêuticos dos fármacos.

Genética

Pesquisar as leis e os processos de transmissão de caracteres hereditários e o papel dos genes na definição das características de um ser.

Histologia

Examinar tecidos e órgãos de animais e plantas.

Imunologia

Investigar o sistema de defesa do organismo humano para a produção de vacinas e medicamentos.

Microbiologia

Estudar microrganismos, como bactérias, vírus e fungos.

Parasitologia

Analisar os organismos animais e vegetais que sobrevivem à custa de outros.

Analisar os organismos animais e vegetais que sobrevivem à custa de outros.

Estudar, diagnosticar e tratar doenças.

Psicobiologia

Estudar as relações entre o sistema nervoso e o comportamento humano.

Sanitarista

Atuar em órgãos de vigilância sanitária.

Toxicologia

Analisar efeitos adversos de substâncias que possam ser tóxicas, como cosméticos, medicamentos, veneno de insetos etc.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: