Jorge Vercillo

Hoje eu tive medo
De acordar de um sonho lindo
Garantir, reter, guardar essa esperança
Ando em paraíso, descaminhos, precipícios
Ao seu lado eu vejo que ainda sou uma criança

Sensível demais
Eu sou um alguém que chora
Por qualquer lembrança de nós dois
Sensível demais
Você me deixou e agora
Como dominar as emoções

Quando vem à tona
Todo amor que está por dentro
Chamo por seu nome
Em transmissão de pensamento
Longe à tua casa
Vejo a luz do quarto acesa
Não tem nada que não vaze
E segure essa represa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: