Não é um momento.

É uma vida toda.

Não é uma massagem, sou eu tentando descobrir você.

E o silencio, palavras são tão desnecessárias nessa hora.

Só a verdade em forma de silencio.

E naquele momento não é um filho, não é um marido, não é um nome, mas uma vida.

A vida que eu queria ter.

A serenidade, a calma, a criatividade que eu queria ter.

Mas não posso te tomar, apenas te tocar.

Não me canso é mais que eu poderia ter se pensar melhor.

Qual é a probabilidade de encontrar alguém tão parecido com você.

Mas você não sabe disso, porque você não sabe nada de mim.

Eu não posso deixar você perceber isso, porque teria pedaços por todo lado depois.

Melhor você não saber.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: